Top Ad 728x90

9 de jan de 2009

SMALLVILLE: PARA BAIXO E AVANTE


Por André Moreira

Prestes a estrear sua 8ª temporada nos Estados Unidos, Smallville - série que reconta de forma duvidosa a adolescência do Homem de Aço - parece ter quase certo a nona temporada confirmada. Mesmo com o inegável desgaste, os executivos da Warner parecem querer sugar até o tutano todas as possibilidades da série, se é que existem. Quando fez sua estréia anos atrás Smallville, protagonizada pelo então desconhecido Tom Welling, parecia ser uma grande novidade e dava mostras de revitalização da franquia do Superman na tela pequena, mas com o passar dos anos a fórmula notóriamente se esgotou e a série, antes uma grande novidade, mostrou-se um enorme equívoco. Diferente do cinema onde os super-heróis tem dominado as bilheterias - alguém duvidava de que um dia isso iria acontecer? - na televisão a coisa tem sido diferente. Antes um vasto celeiro, mesmo que de gosto duvidoso, para aventuras live action de muitos heróis dos quadrinhos, vide as séries dos anos 60,70 e 80, os roteiristas tem tido dificuldades em transpor de forma adequada esse universo para tv. Mesmo Heroes, que não passa de uma cópia de tantas outras tramas quadrinescas, não tem conseguido abrir caminho para o que possa vir a ser uma nova febre entre o público juvenil. Prova de que nem com "superpoderes" é possivel vencer todos os desafios.

1 Comentários:

Patthy disse...

André, eu assisti toda a primeira temporada de Smalville e um pouquinho da segunda teporada. De repente, tudo perdeu o sentido. Eu não gostaria por exemplo de assistir um seriado do Jovem James Bond. Um filme é o ideal apenas como curiosidade, sem continuações e trilogias. Bjs, Patthy

Top Ad 728x90