Top Ad 728x90

26 de set de 2010

CRÍTICA: GENTE GRANDE


Por André Moreira

Dispensável. É como podemos definir Gente Grande, o novo filme estrelado pelo limitado ator e comediante Adam Sandler (Click). Filme feito com “retalhos” de todas as comédias protagonizadas pelo ator, seu novo longa, que conta com a sensual Salma Hayek em seu elenco, pouco avança em questão de novas propostas cômicas. Pelo contrário, recua trazendo de volta o humor escatológico e repetitivo para as telas de cinema. Um amealhado de clichês sobre amizade e farras entre homens e sua eterna falta de amadurecimento, Gente Grande mostra apenas como não se devem fazer comédias desse tipo, onde piadas velhas pouco fazem rir e o roteiro é vazio e pouco empolgante. Chega a ser constrangedor ver uma pretensa comédia que raramente consegue fazer rir. É correto afirmar que o gênero comédia é o mais difícil de desenvolver, mas se você aliar inventividade (no roteiro), bons atores, carisma e uma boa direção a tarefa pode vir a se concretizar a contento. Mas Gente Grande carece de todos esses elementos, infelizmente.

O filme dirigido por Dennis Dugan os cinco amigos que se conhecem há 30 anos (Adam Sandler, Chris Rock, Kevin James, David Spade e Rob Schneider) se reencontram para curtir um fim de semana juntos com as respectivas famílias, mas o feriado de 4 de Julho em uma casa no lago promete muito mais diversão do que apenas lembranças dos bons momentos.

Partindo de uma premissa simples, outros diretores como Todd Phillips (do sucesso Se Beber Não Case) conseguiram desenvolver situações mais inusitadas e inesperadas, coisa que Dugan não consegue em nenhum momento, por insistir no caminho fácil das piadas escatológicas sobre obesidade, mulheres, sexualidade, etc. O que era para ser uma comedia sobre amizade e relacionamento acaba em total banalidade e desperdício.
E o elenco preguiçoso e limitado pouco ajuda no desenvolvimento da trama, nem mesmo Sandler que anos atrás surgiu como uma das apostas de Hollywood para a renovação do gênero, que aqui ratifica sua limitação em termos de interpretação. Assim com seus personagens, Sandler, Dugan e Cia ainda precisam amadurecer. E muito.

0 Comentários:

Top Ad 728x90