Top Ad 728x90

19 de set de 2013

, , , , ,

PÚBLICO SOFRE NA GRADE DO ROCK IN RIO

Maria Alice e Guilherme (de branco ao centro): Unidos no sofrimento em nome do Metallica

Por André Moreira

Não está fácil para ninguém para conseguir ver seu ídolo do metal de perto no Rock In Rio. Apesar de a quarta noite do evento apontar um número menor de público em relação as noites anteriores, parece que o sofrimento dos fãs nas grades em frente ao palco é bem maior neste dia em que os metaleiros ocuparam a cidade do rock para ver Sepultura, Alice In Chains e Metallica.
Muitos roqueiros não aguentaram o calor e o sufoco em meio a multidão que se acotovela na disputa por um lugar na grade e pediram literalmente para sair no melhor estilo tropa de elite. Muitos seguiram direto para as unidade de pronto atendimento instaladas nas proximidades do palco. Uma mulher chegou a ser carregada por um dos seguranças minutos antes que o show do grupo Alice In Chains começasse. Pelo visto essa nadou, nadou e morreu na praia. 



Fãs do Metallica, última banda a se apresentar no palco Mundo nesta noite de rock pesado, os estudantes Maria Alice de 16 anos e Guilherme Souza de 20 reclamaram do empurra-empurra atrás deles. "Eu já estive em outro show em frente ao palco e nunca passei pelo que estou passando hoje. As pessoas atrás de nós não param de nos empurrar contra a grade". contou ela já cansada de estar naquela situação desde as 14h ( já passavam das 22h quando deu esta entrevista). Já Guilherme, seu companheiro de sofrimento nessa saga roqueira reclamou do calor, apesar de o dia estar mais ameno "do lado de fora da grade" do que nas outras noites do evento. "Tá muito quente aqui e eles não nos dão uma água. Hoje tá terrível". reclamou ele, que assim como Maria Alice não pretende arredar o pé da grade - e do tormento - até que consigam ver sua banda Metallica. Ou se conseguirem resistir até lá.


0 Comentários:

Top Ad 728x90