Top Ad 728x90

1 de ago de 2014

, ,

GUARDIÕES DA GALÁXIA: AVENTURA EM ALTO NÍVEL

Não é novidade que a Marvel Studios/Disney vem atravessando uma ótima fase nos cinemas desde a estreia do primeiro Homem de Ferro de Robert Downey Jr na telona alguns anos atrás. E não é surpresa que muitos desses personagens criados nos quadrinhos tenham conquistado uma nova legião de fãs vindos do cinema e que sequer liam quadrinhos de super-heróis. Esse crédito se deve não só ao cuidado  com que o Estúdio tem tido com suas produções e a preocupação de levar as principais características de seus personagens dos quadrinhos para as telas de cinema, mas também de uma direção afiada e atenta de cada um desses longas (Thor, Capitão América, Os Vingadores e o já citado Homem de Ferro). Junte-se a isso o carisma destes personagens e elenco escolhido de forma certeira.
Todos esses elementos se juntam agora de forma avassaladora na surpresa maior dessa nova fase da Marvel na telona e que acaba de fazer sua estreia meteórica: Guardiões da Galáxia. O novo longa derivado dos quadrinhos amplia os horizontes da Marvel no cinema e já chega conquistando o posto, ao lado de Capitão América: Soldado Invernal, como o melhor filme do estúdio dentre todos que gerou até então. Isso sem esquecer o também ótimo Os Vingadores, claro. 

Em Guardiões tudo funciona bem. A dinâmica entre os personagens é o ponto principal para o acerto dessa produção. Elenco afiado liderado por Chris Pratt e seu Senhor das Estrelas. Chris divide e esbanja carisma ao lado do Rocket Racoon magistralmente dublado por Bradley Cooper e outro curioso personagem dublado por Vin Diesel, o Groot, alienígena que é uma espécie de "planta" e que tem uma única frase  em seu vocabulário repetida incessantemente ao longo de todo o filme. "I Am Groot" (Eu sou Groot). Dave Batista, que vive Drax, também se sai bem. E olha que o agora ator era até então um famoso lutador da WWE, espécie de telecatch americano de muito sucesso. Segue os passos de seu colega Dawney "The Rock" Johnson, também egresso do mesmo meio e que tem feito sucesso na telona. Zoe Zaldanna (Star Trek) desfila talento e beleza em tons esverdeados, desculpe o trocadilho. Sua química com Pratt é um elemento a mais que ajuda a prender a atenção na tela sem piscar. Aliás não pisque para não perder nenhum detalhe dessa vibrante aventura. 

A Marvel vem se cercando de atores de primeiro time para fazer grandes participações. Um luxo poder contar com Glen Close e Benício Del toro como coadjuvantes, o que ajuda a elevar o nível da produção. E claro, Josh Broslin emprestando seu talento para Thanos, personagem que deve ter extrema importância ainda maior nos filmes que virão. 

Não posso deixar de destacar a trilha que permeia toda a aventura de Guardiões da Galáxia, com clássicos eternos dos anos 70. Clássicos que só aumentam o prazer de ver um filme que faz jus a história da Marvel nos quadrinhos e que entrega uma diversão de primeira poucas vezes vista em adaptações para o cinema. Corra para o cinema.

0 Comentários:

Top Ad 728x90