Top Ad 728x90

21 de jun de 2016

, , , , , , , , , , , ,

ZACK SNYDER E ESPOSA FALAM DAS CRÍTICAS À BATMAN VS SUPERMAN

Nem tudo correu como esperado em Batman vs Superman: A Origem da Justiça. O longa dirigido por Zack Snyder e produzido por sua esposa Deborah Snyder dividiu opiniões do público e crítica, sendo essa última a mais mordaz na críticas ao longa que tinha como missão rivalizar com a Marvel nos cinemas e bater a casa do 1 bilhão de dólares, feito que não foi alcançado. Toda essa receptividade negativa ao filme e sua decepcionante bilheteria pegou o diretor e sua esposa de surpresa como ambos assumiram em coletiva com jornalistas no set de filmagem de Liga da Justiça, o filme que tem como missão não só mostrar os principais heróis da DC Comics juntos na telona como também espantar a maré de críticas conquistada por Batman vs Superman.

"Cada filme é um aprendizado, não é? E nós ouvimos o que todos têm a dizer, porque nos importamos com o que os fãs dizem. Ao mesmo tempo, cada história que contamos é diferente - e o caminho que estamos tomando agora é o que o público está querendo", assume a produtora. "A coisa principal que aprendemos é que as pessoas não gostam de ver seus heróis desconstruídos."


Deborah não assume mas o objetivo é sem dúvida mudar o tom da trama e deixar para trás o lado sombrio dos últimos filmes do universo expandido da DC Comics. Seguir a linha mais leve adotada pela rival Marvel parece ser uma opção. "Justice League é muito mais inclusivo. E tem tudo a ver com personagens. Temos esses dois heróis mais jovens, Flash e Ciborgue, que são definitivamente mais leves. Eu acredito que eles terão um apelo junto ao público mais jovem. E Esquadrão Suicida tem seu público, assim como o filme da Mulher-Maravilha, que para mim terá apelo não só para mulheres mas também para um público mais amplo. O mais sombrio em que já estivemos foi isso agora que passou." Disse ela se referindo a Batman vs Superman.

A mudança de trajetória foi discutida por Snyder durante a coletiva logo após mostrar um cena já montada do LJ para os jornalistas. "Para mim é um filme pessoal. Eu amo esse material. E quando o filme saiu, me pegou desprevenido, porque amo esses personagens e senti fundo o impacto".
"Eu queria um Superman que tivesse uma razão de ser Superman, e ele tinha que passar por algo para se tornar isso. É um processo pelo qual temos que passar, isso é parte da história", justifica Snyder. "A morte sempre vai ser mais sombria que a ressurreição ou a formação de uma equipe. O tom é naturalmente diferente."

Deborah ainda comentou as inspirações para Homem de Aço e Batman vs Superman e que elas deram o tom até aqui. "Eu penso que essas histórias são particulares, e sempre foi assim que as tratamos, como histórias individuais", disse. 

A mudança de rumo também foi explicada. "você está sempre mudando e evoluindo no caminho""Estivemos trabalhando, mexendo no roteiro, estamos acompanhando o que acontece lá fora. O que eu sei é que sempre quisemos fazer esse filme para juntar esses personagens. Então embora tudo tenha afetado o processo de alguma forma, esse rumo sempre foi o que tomaríamos." Finalizou.

Toda essa mudança também tem a ver com as intervenções da Warner. É sabido que o estúdio não gostou nada das críticas ao longa e a bilheteria aquém do esperado. Se as mudanças irão surtir efeito só o tempo dirá mas a Warner tem mais dois filmes pela frente - Esquadrão Suicida e Mulher Maravilha - que precisam ter bons resultados antes mesmo de a Liga da Justiça chegar ao cinemas. Do contrário o cenário para o universo expandido da DC Comics poderá não ter vida longa na telona.

0 Comentários:

Top Ad 728x90