Open top menu
 
15 de jun de 2017

 
Quando surgiu no fim dos anos 80, a série de TV Baywatch - aqui batizada de SOS Malibu - logo angariou fãs, graças principalmente a profusão de corpos esculturais desfilando de maiô cavado e correndo em câmera lenta. Dali saíram para o sucesso nomes como Pamela Anderson e Carmen Electra, entre outros. O mais famoso nome até hoje é do ator David Hasslehoff, protagonista absoluto da série que se extendeu até o ano 2000.
Agora chega aos cinemas seu derivado tardio buscando repetir o sucesso de outrora. Se conseguirá só a bilheteria vai dizer. Mas os famosos maiôs e corpos esculturais correndo em câmera lenta estão lá e já são o atrativo de um filme que se perde no humor fácil e escatológico, indo para longe do que seu original - que já não era nem uma obra-prima - propunha em sua época.
Aqui vemos seus protagonistas Dwayne "The Rock" Johnson (revivendo o papel de Hasselholff ) e Zac Efron (Matt Brody) envolvidos em uma trama de investigação recheada de clichês. O lado bom dessa produção está na química entre seus protagonistas e isso, pode crer, vale o ingresso. Ambos estão a vontade contracenando juntos e são o ponto positivo em uma trama que poderia ser mais do que promete mas fica no meio do caminho por não arriscar em ondas mais perigosas.

Nota 7.0 😎

0 Comentários