Open top menu
 
14 de jun de 2017

 
Depois de estabelecer um estilo para os personagens e universo cósmico da Marvel Studios no cinema, James Gunn pretende arriscar mais e quebrar o que já foi estabelecido até agora. A diretor sabe que é uma tarefa difícil mas está disposta a virar tudo de cabeça para baixo e surpreender os fãs. Gunn disse o seguinte durante entrevista no E3.

Eu estou escrevendo Guardiões da Galáxia Vol. 3 e finalizei a primeira versão do roteiro ontem. Estou animado, e me sinto ótimo com isso. Mas há uma pequena coisa que eu tive no primeiro filme. O cânone da Marvel – do MCU – é louco. Existe o Universo 616, que é o universo dos quadrinhos, ao qual as pessoas se prendem no cânone, e há o Universo Cinematográfico da Marvel, que possui um cânone separado (inspirado, mas não exatamente o mesmo do 616). Eu fiz algo no primeiro filme que está no segundo plano, mas que está distintamente lá, e as pessoas sabem disso. E eu estou realmente encrencado. Pois eu tenho uma razão narrativa muito boa para quebrar o cânone, e eu passei a última noite pensando se irei ou não. Eu ainda não sei.

E para arriscar no futuro dos Guardiões da Galáxia, Gunn pode se voltar ao passado dos personagens. 

Eu vou contar para vocês. No primeiro filme, na cena do fichamento pelo qual os personagens passam, a Tropa Nova fala informações sobre cada um dos personagens. São coisas que o público médio realmente não irá ver, mas há muitas informações sobre esses personagens e com quem eles já trabalharam no passado, quem eles são e de onde vieram. E é uma dessas coisas que estou pensando em mudar.

Está dada a largada para as especulações mas até lá muita coisa ainda vai acontecer já que os Gaurdiões poderão ser vistos em Vingadores: Guerra Infinita bem antes da terceira aventura do grupo. 

0 Comentários