Top Ad 728x90

10 de jul de 2017

, ,

ANIME FRIENDS | EVENTO LOTOU A TRANSAMÉRICA EXPO CENTER

Evento comemorou sua décima quinta edição

Fotos divulgação
Um lugar para celebrar a cultura pop ao lado de seus calorosos fãs. Foi assim na décima quinta edição do Anime Friends, evento que reuniu mais cerca de 70 mil pessoas amantes da cultura Mangá e pop japonesa. Entre palestrar e exibição de Cosplayers o evento, que ocupou o Transamérica Expo Center, foi um sucesso.
Passaram por lá dubladores, artistas, amantes do universo de Harry Potter e muito mais. A dupla que lidera o fã clube Magic Potter, Lucas Mendes e Murilo de Oliveira, falaram sobre os 20 anos do lançamento de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" completados esse ano e sobre seu legado para os fãs.
O painel de One Punch Man também lotou o auditório da Expo Center ao contar com os dubladores da animação Yuri Chessman e Michel Di Fiori. Ambos estavam acompanhados do diretor de dublagem Diego Lima e contaram curiosidades sobre os bastidores da dublagem da NetFlix. 
Fomos instruídos a manter todos nomes de personagens e dos golpes originais. Foram mais de 75 testes de voz para definir o elenco. Desses, apenas oito foram aprovadas. Procurávamos por um grupo de dubladores que ainda não fosse muito famoso no meio do anime”, explicou Diego Lima, que tem no currículo a direção de dublagem da recente versão brasileira de A Lenda de Tarzan e da série Deuses Americanos. 


“O público deve pegar no nosso pé para ajudar a melhorar a qualidade da dublagem nacional. Entendemos que essa exigência é uma forma de prestigiar nosso trabalho já que existe muita dublagem ruim por aí”, destacou Yuri Chessman, de 32 anos.
Outro famoso dublador que passou pela Anime Friends foi o consagrado Guilherme Briggs, responsável pelas vozes do Superman da animação da Liga da Justiça, Optimum Prime de Transformers, entre outros. Seu painel foi um dos mais lotados e Briggs não desanimou. Ao entrar no palco pediu perguntas dos fãs e falou a famosa frase de Buzz Lighyear, personagem da animação Toy Story. "Ao Infinito e Além". 


“Desde que eu era criança, fazia brincadeiras  de dublagem com o meu pai. Ainda muito jovem, pedi um estágio em uma agência do segmento e, a partir disso, pude comprovar o meu trabalho para as empresas. Nessa época, as pessoas não gostavam de dublagem, não tinha glamour algum, mas sempre me chamou atenção”, explicou o carioca.
Outro trabalho de destaque em seu currículo é o Cosmo, um dos protagonistas da animação Os Padrinhos Mágicos. Quando questionado como foi trabalhar com a Nickelodeon, rede responsável por veicular o programa infantil, Biggs fez piada, mas não exitou em dizer: “É um saco, porque eles vetam tudo!”, disse o dublador. Por ser um canal infantil, não é permitido falar sobre violência, xingamentos, religiões, entre outros assuntos. “Isso limita a criatividade. Por isso, sempre que vocês verem longas ou seriados com bons profissionais da área, mas com um resultado ruim, provavelmente, é porque o cliente fez diversas exigências”, alertou o rapaz que também é responsável pelo blog Teatro de Bonecos. 
Ele também fez questão de frisar que estúdios como Warner Bros, Paramount e Disney sempre deixam os profissionais a vontade para criar. Destacou ele, sendo aplaudido pelo público. 

0 Comentários:

Top Ad 728x90