Top Ad 728x90

31 de ago de 2017

, , , , , ,

BARÃO VERMELHO | NOVA FORMAÇÃO DA BANDA LANÇA SINGLE

Banda regravou antigo sucesso de Cazuza

A nova formação do Barão Vermelho. Foto divulgação
A nova formação do Barão Vermelho já caiu na estrada e agora apresenta trabalho novo. A banda, que agora conta com Rodrigo Suricato nos vocais no lugar de Frejat, lançou hoje, 31, seu primeiro single, Brasil, nova versão para o antigo sucesso de Cazuza, o primeiro vocalista da banda, nas principais plataformas digitais. O trabalho marca a volta do Barão à estrada através da turnê #BarãopraSempre.
Maurício Barros, um dos fundadores da banda, falou sobre a escolha da antológica música de Cazuza para promover a nova fase do Barão. “Decidimos gravar essa música em função do momento que o país atravessa. A cada dia somos surpreendidos com escândalos de um governo e de um Congresso que não representam os interesses do povo brasileiro. A letra do Cazuza continua atual. Continuamos querendo saber o nome do sócio do Brasil. Por tudo isso, achamos que estava na hora dessa música voltar a ser cantada”. Explicou.
Rodrigo Suricato, que se divide entre o Barão e sua banda "Suricato", falou sobre tocar com seus ídolos do rock. “A experiência de conviver e tocar com os Barões tem sido maravilhosa e me sinto inteiramente adaptado. Parece que sempre fiz parte da banda. Estamos muito produtivos e compondo um excelente material inédito para essa nova fase”.Disse ele.
Guto Goffi, também fundador da banda ao lado de Maurício, é um dos mais animados com a nova fase do Barão Vermelho. O baterista, que esteve em todas as apresentações da banda desde 1981, disse que não pretende abandonar o rock tão cedo. “Sendo um dos fundadores do grupo, me sinto especialmente feliz e realizado vendo a roda girar novamente. Com esse nosso primeiro single da nova formação, nos aproximamos mais da obra do Cazuza em sua versão solo, essa riqueza poética faz parte da história do Barão. Nos próximos trabalhos, as novas letras virão com essa puxada radical de qualidade. Hoje sou o mais velho do grupo, estive em todas as apresentações da banda desde 1981, e fica aqui o convite: vamos morrer lutando, no palco, na vida, até a última gota de sangue!" Se depender deles, o Barão Vermelho ainda tem muito o que voar.

0 Comentários:

Top Ad 728x90