Top Ad 728x90

22 de ago de 2017

, , , , , ,

CHACRINHA | PROGRAMA ESPECIAL HOMENAGEIA SEUS 100 ANOS

Programa recria o Cassino do Chacrinha

Stepan Nercessian revive Chacrinha em especial. Fotos divulgação/ TV Globo/ Pedro Curi
Se vivo estivesse, Abelardo Barbosa, o eterno Chacrinha, faria 100 anos no dia 30 de setembro próximo. E com toda sua história e legado essa data não poderia passar em brancas nuvens. E para comemorar essa data tão marcante o Canal Viva e Rede Globo prepararam um especial que irá reviver o icônico Cassino do Chacrinha, sucesso entre os anos de 1982 e 1988. Chacretes, Jurados e calouros vão trazer de volta o universo do Velho Guerreiro, que nesse programa terá o ator Stepan Nercessian como Chacrinha, personagem que ele tão bem encarnou em um musical no ano passado e que terá uma reedição nos palcos ainda esse ano. Tudo foi bem pensado e elaborado para que o clima anárquico tão bem comandado por Chacrinha nos anos 80 pudesse ser recriado em todos os detalhes, desde o cenário até a sonoplastia, elementos marcantes do universo do Velho Guerreiro. “Chacrinha, O Eterno Guerreiro”, nome do especial que vai ao ar no Canal Viva no dia 26 de agosto, fica disponível para assinantes no Globo Play a partir de 1 de setembro e será transmitido na Rede Globo no dis 6 de setembro, celebra não só o programa que marcou um geração mas também um dos maiores e mais influentes comunicadores da televisão brasileira.

As "novas" Chacretes
“Esse é um especial  único que celebra os 100 anos do Chacrinha. Esse é um tipo de programa que você não consegue fazer muitas vezes, você não consegue reunir essas pessoas (convidados) muitas vezes e eu acho que sinceramente não é o caso também. É uma celebração, é uma data muito importante. Ele é uma figura fundamental na história da TV brasileira, então não podia passar sem a gente fazer essa festa”. Explicou Rafael Dragaud, diretor artístico da atração, que junto com a diretora geral Daniela Gleiser, tentou recriar o bom “caos” do Cassino original liderado por Chacrinha. “Tentamos reproduzir ao máximo, na medida do possível, aquele caos que só o Chacrinha conseguia fazer, dentro de um programa roteirizado. Muito do improviso veio do Stepan, ele aproveitou o ritmo do personagem, e o restante do elenco entrou na brincadeira”. Disse Rafael.
Na verdade rolou como uma grande festa. A gravação rolou super tranquila e as pessoas estavam felizes de estarem ali". Contou Daniela ao se referir aos cantores convidados (passaram por lá Ney Matogrosso, Alcione, Ivete Sangalo, Anitta, Roberto Carlos, Fábio Jr, entre outros). Uma mistura de artistas do passado e presente que deram o tom do “novo” Cassino do Chacrinha comandado pelo ator Stepan Nercessian, que assim como fez no musical, personificou o apresentador.

Foto divulgação/TV Globo/João Miguel
Para recriar toda a atmosfera do Cassino, Rafael e Daniela se propuseram a buscar várias fases do Velho Guerreiro para montar esse especial. “Quando a gente entendeu qual era o conceito do programa, que era fazer um “Chacrinha de todos os tempos”, era não fazer algo preso no passado. E a sensação que a gente teve era de que esse programa podia estar no ar hoje. Ele seria muito bem-vindo. Ele não seria um programa datado. Esse conceito nos era muito claro". Explicou Rafael, que acredita que a TV brasileira é filha do Chacrinha. “A televisão que nós vemos hoje bebeu inevitavelmente bebeu disso. Tanto como instituição, como de expectativa de público”. Concluiu.
Um dos cuidados que os diretores tiveram foi “lapidar“ o programa para os dias de hoje, onde o politicamente correto é a palavra de ordem, isso sem jamais descaracterizar o programa. Foi pensando nisso que ambos tiveram cuidado especial com a figura das “novas” chacretes, peça fundamental na história do Velho Guerreiro. “Eu dirijo “Amor e Sexo”, então esse assunto feminismo, por exemplo, está dentro de mim. Eu acho que ser feminista, ser atual não é ser careta. São coisas diferentes. Não há problema em colocar um maiô em uma pessoa. Não é por aí. O programa tem esse lado de ser de época pois é uma homenagem mas algumas coisas que eram feitas com as chacretes que nós optamos por deixar de fora”. Explicou Daniela. 


Os famosos jurados do antigo programa do Velho Guerreiro foram representados por apresentadores da casa e encarnaram as características de muitos que marcaram época. Angélica, Luciano Huck, Regina Casé, André Marques, Glória Maria, Fernanda Lima, Tiago Liefert e Ana Maria Braga se divertiram na gravação que teve direito ao famoso troféu abacaxi e muito bacalhau jogado para plateia.

Dragaud fez questão de ressaltar a disponibilidade dos artistas presentes na gravação. “Não foi difícil reunir esses artistas. Todo mundo que a gente convidou aceitou de primeira. Eles entenderam a importância de estar ali”. Explicou ele.

0 Comentários:

Top Ad 728x90