Top Ad 728x90

10 de set de 2008

DOSSIÊ 007 - PARTE 2 : A “BONDMANIA” INVADE O MUNDO















Depois de um ótimo começo nos cinemas apresentando o principal agente de sua majestade, James Bond ganha fama e fãs mundo afora através dos filmes seguintes e começa a se estabelecer como uma franquia vencedora.



007 Contra Goldfinger ( Goldfinger, 1964 )





Quando Shirley Bassey entrou para os anais da história cinematográfica cantando Goldfinger, estava sendo dado o último passo na criação de um mito. Seria a primeira vez que uma cantora daria voz à bela abertura idealizada por Maurice Binder dois anos antes.
A fama cinematográfica de James Bond alcançava a América, mas foi somente em seu terceiro filme que a franquia se consolidou atravessando os quatro continentes. O marketing utilizado foi tão poderoso que ninguém parecia imune ao apelo universal do espião 007.
Tudo começou quando os produtores Albert Broccoli e Harry Saltzman contrataram o diretor Guy Hamilton para substituir Terence Young, que estava indisponível na época. Hamilton idealizou uma seqüência-inicial fora do contexto do filme, porém com muito suspense e ação. A cena em que o espião sai da água, retira seu equipamento de mergulho e por baixo dele aparece um sofisticado smoking de paletó branco com um cravo na lapela é a personificação exata do espião perfeito. A idéia de Guy Hamilton tornou-se uma tendência muito explorada nos sucessivos filmes da série.



Outro símbolo de James Bond que faz sua estréia neste filme é o seu automóvel Aston Martin DB5 munido de banco ejetável, localizador ( muitos anos antes do GPS ser criado), metralhadoras e placas rotativas. É importante notar que enquanto o diretor Terence Young foi o responsável pela elegância e charme de 007, as partes mais fantasiosas e criativas foram idealizadas por Guy Hamilton.
Na história, James Bond é encarregado de vigiar um magnata que idolatra o ouro, chegando ao cúmulo de ter um Rolls-Royce todo feito a base do minério. Seu plano : Atacar o Fort Knox e contaminar o ouro do reservatório por décadas. Assim, em pouco tempo, seu ouro iria valer muito mais. O megalomaníaco Auric Goldfinger foi interpretado pelo ator alemão Gert Frobe, um ex-violinista que chegou a integrar o partido nazista, fato que o levou a ter dificuldades em sua carreira. O caso foi atenuado devido ao salvamento de dois judeus durante a segunda guerra.
O ambicioso vilão possui um fiel segurança e motorista particular mudo de nome Oddjob, que ao menor sinal de perigo utiliza-se de seu chapéu preto com aba de aço, capaz de cortar uma estátua. O famoso e misterioso personagem foi interpretado por um medalhista de ouro em levantamento de peso e mestre em karatê, chamado Harold Sakata.
A Bondgirl neste filme foi talvez a mais enigmática e fria de todas. Pussy Galore pilota o avião de Goldfinger e em nenhum momento esconde sua homossexualidade, sendo imune aos galanteios do espião. A atriz inglesa Honor Blackman fez fama com este papel e também estrelou a série “Os Vingadores”.
Duas outras mulheres irão passar pela vida de 007 no filme, porém apenas uma foi imortalizada em uma das cenas mais incríveis da série. Shirley Eaton interpretou Jill Masterson, secretária de Goldfinger que é assassinada da maneira mais cruel possível : Seu corpo seria todo pintado com tinta dourada e ela morreria asfixiada. A cena foi utilizada massivamente no material de marketing do filme.








A perseguição de carros, onde 007 mostra todo o potencial de seu Aston Martin é o ponto alto do filme, com uma magistral edição de Peter Hunt.
O projeto, pleno em criatividade e escapismo foi um sucesso de público, havendo custado 2,5 milhões de dólares e arrecadado 125 milhões, cinqüenta vezes mais no mundo todo.

NOTA : 9,5 / 10


007 Contra a Chantagem Atômica ( Thunderball, 1965)




Após o diretor anterior ter injetado adrenalina na franquia já em ascenção, era chegada a vez de Terence Young reassumir o comando pela última vez.
A produção foi marcada por uma forte desavença jurídica. Quando Ian Fleming escreveu o livro “Thunderball” em 1961, ele pretendia que este fosse o roteiro para a primeira aventura do agente no cinema, para isso recebeu ajuda de um co-autor chamado Kevin McClory. Porém quando o filme foi cancelado, Fleming novelizou o roteiro escrito por ambos e não citou que a obra havia sido escrita em parceria com McClory. Este “duelo” de paternidade da obra rendeu problemas futuros ( como o filme bastardo da série lançado em 1983 : “Nunca mais outra vez”, do qual falarei em breve ) e um pequeno atraso na produção.
Na história, a organização criminosa S.P.E.C.T.R.E seqüestra duas bombas atômicas e ameaça destruir uma cidade inglesa ou uma cidade norte-americana se não receber um polpudo resgate. O agente 007 é enviado às Bahamas para deter os planos nefastos de Blofeld e seu “braço direito” Emílio Largo.
Largo é vivido pelo italiano Adolfo Celi, que inclusive sugeriu a idéia do tapa-olho que seu personagem utiliza. Como ele mesmo o definia: “Já que ele é um grande pirata da Guerra Fria”. O ator chegou a dirigir muitos filmes para os estúdios Vera Cruz e foi casado durante muito tempo com a atriz Tônia Carrero.
A Bondgirl foi interpretada pela antiga Miss França, Claudine Auger. Dominique Derval, ou simplesmente Domino é amante do vilão e só mudará de parceiro ao descobrir que seu irmão ( vivido por Paul Stassino), um piloto de aviões era apenas mais um peão dispensável no tabuleiro da S.P.E.C.T.R.E.
O filme fez história por ser o primeiro a utilizar câmeras submarinas, levando um prêmio da academia por seus efeitos especiais inovadores.
Com a intenção de repetir o êxito obtido anteriormente com a canção interpretada por Shirley Bassey, os produtores escolheram o cantor em ascenção Tom Jones, conhecido por seu timbre grave e estilo semelhante ao de Elvis Presley ( que inclusive foi cotado para interpretar a canção, sendo interpelido por seu empresário ). A canção “Thunderball” emplacou e ficou em vigésimo quinto lugar na parada de Top 100 da revista Billboard.
Muitas cenas foram marcantes e são lembradas com carinho pelos fãs, como a fuga espetacular do espião pelos céus utilizando uma mochila voadora ( Jet Pack), facilmente encontrada em exibições hoje em dia, mas muito à frente de seu tempo em 1965.
Sean Connery aqui apresenta seu ápice criativo como intérprete do personagem James Bond, destilando carisma a todo o momento. Um exemplo disso acontece na cena entre Bond e Fiona Volpe ( vivida por Luciana Paluzzi), que invade o quarto de 007 e se banha em sua banheira. Ao constatar a presença da intrusa, Fiona lhe pede algo que possa vestir para sair da banheira, no que James lhe estende um par de chinelos. Os diálogos sarcásticos marcam presença durante todo o filme.
007 contra a Chantagem Atômica obteve um recorde de bilheteria sustentado até hoje. É um filme muito bom, porém as muitas “mãos” no roteiro (Fleming, McClory, Jack Wittingham, Richard Maibaum e John Hopkins) são um fator que atrapalhou um pouco, tornando o filme, por vezes, desorientado.

NOTA : 9,0 / 10

Com 007, Só se Vive duas Vezes (You Only Live Twice, 1967)






Os produtores queriam filmar “ À Serviço Secreto de sua Majestade” logo após o filme anterior, porém não tiveram sucesso em encontrar boas locações e em alta altitude, que a trama exigia. Somado a isto, havia uma crescente vontade de Sean Connery em se desligar do personagem e alçar novos picos em sua carreira. A pré-produção foi rápida, pois Connery estava com seu contrato prestes a expirar e os diretores Terence Young e Guy Hamilton não estavam disponíveis para assumir o quinto filme da série.
O comando da produção ficou a cargo de Lewis Gilbert, um diretor sem muita expressão, que acabou dirigindo três filmes da série, sendo dois deles talvez os mais fracos da franquia ( “You Only live Twice” e “Moonraker”).
O roteiro foi escrito por Roald Dahl ( famoso por ter criado “A Fantástica Fábrica de Chocolates”) baseado no livro homônimo de Ian Fleming, escrito em 1962.
A história é simples e pouco interessante: Blofeld, direto de uma base japonesa, seqüestra uma nave americana em pleno espaço e pôe a culpa no governo soviético. Pouco depois seqüestra uma nave soviética e o governo americano leva a culpa. O conflito é iminente, mesmo que pouco inspirado.
007 então é enviado ao Japão, onde irá precisar se tornar um oriental, casando-se com Kissy Suzuki (talvez a mais inexpressiva Bondgirl da história, Mie Hama) e aliando-se a um grupo do serviço secreto japonês, liderado por Tiger Tanaka ( interpretado por Tetsuro Tamba). Juntos irão liderar uma invasão em massa ao esconderijo do vilão : O interior de um vulcão extinto.
O filme merece crédito ao mostrar pela primeira vez o rosto do nêmesis de 007. Ernst Stavro Blofeld é interpretado pelo ator Donald Pleasence, que entrega uma performance discreta, porém enigmática do ambicioso vilão. Mesmo tendo seu personagem sido interpretado por três atores diferentes em três filmes, sua versão é a mais lembrada pelos fãs, inclusive sendo alvo de sátiras como o Dr. Evil dos filmes de Austin Powers.
Outro ponto alto do filme é a inclusão de uma ótima gadget : A “Little Nellie”, um helicóptero de pequeno porte, projetado exclusivamente para o filme e que mostra seu poderio em uma antológica cena de batalha aérea ao som da ótima melodia de “007”, composta por John Barry.
Outra cena que eu gosto muito é a da luta encenada entre Bond e vários capangas de Blofeld acompanhados de cima pela câmera de um helicóptero, que dá uma dimensão muito maior àquela que poderia ser apenas mais uma cena de luta corporal na série. Crédito merecido ao editor Peter Hunt.
A canção tema foi entregue à Nancy Sinatra , filha do grande Frank Sinatra. A melodia criada por John Barry utiliza-se de arranjos inspirados na música japonesa e sua letra foi escrita por Leslie Bricusse, a mesma responsável por Goldfinger, quatro anos antes.
O faturamento global de “You Only Live Twice” ultrapassou 111 milhões de dólares e, mesmo não tendo sido um ótimo filme, garantiu uma continuação. Só que da próxima vez, o elemento crucial no sucesso da série iria se ausentar. Sean Connery recusou-se a interpretar James Bond mais uma vez. Seria este o fim da franquia?

NOTA : 8,0 / 10

9 Comentários:

Top Ad 728x90