Top Ad 728x90

17 de jan de 2009

UM FINAL NO MELHOR ESTILO NOIR

Por André Moreira


A Favorita, novela de João Emanuel Carneiro, chegou ao fim ontem com louvor. Direção impecável, um final enxuto e uma atuação memorável de Patricia Pillar, que sem dúvida teve seu melhor e mais carismático papel de toda sua carreira na pele da tresloucada e fria Flora. A atriz não economizou na atuação e finalizou sua interpretação de forma brilhante dando a sua Flora todas as possibilidades de uma vilã de suspense de primeira. João Emanuel mostrou que conseguiu acertar a mão no meio da trama, investindo no suspense estilo noir com mão firme e sem se incomodar com críticas. Como resultado conquistou o público que amou odiar Flora e ratificou sua estada no seleto e pequeno grupo de autores do horário nobre. Mas é certo dizer que mesmo com o sucesso de sua trama principal, pouco foi aproveitado dos outros núcleos nos oito meses em que A Favorita esteve no ar. Salvando-se Lília Cabral que conseguiu se destacar em meios as loucuras de Flora - que dominou a novela - e não errou a mão em suas cenas finais mostrando emoção na dose certa, o resto do elenco fez figuração de luxo. Faltaram conflitos para os personagens de Milton Gonçalves, Deborah Secco, Angela Vieira e tantos outros. Mas apesar disso, A Favorita deixou sua marca e acenou com novas possibilidades para o cansado e repetitivo horário nobre.

2 Comentários:

Top Ad 728x90