Breaking News

VERTIGO POP ESTREIA: 9 - A SALVAÇÃO

BELEZA SOTURNA

Dirigida por Shane Acker, 9 - A Salvação trás de volta a beleza gótica de Tim Burton ao mundo das animações





Anos atrás, quando seu curta metragem 9 (2005) ganhou o Oscar na categoria, Shane Acker talvez não vislumbrasse que sua pequena produção poderia ganhar maiores proporções anos depois. Apadrinhado pelo diretor Tim Burton (A Noiva Cadáver), o que antes era sonho tornou-se realidade. Uma realidade que chega aos cinemas do Brasil no sugestivo dia 09, sexta.

9 - A Salvação (9), dirigida por Acker e produzida por Tim Burton e Timur Bekmambetov, trás de volta o teor gótico que Burton imprimiu em todas as suas produções ao longo de sua carreira. Mesmo sendo uma idéia concebida por Acker nota-se a mão do diretor na produção, toda criada em CGI, técnica que Acker aprimorou quando trabalhou no sucesso Senhor dos Anéis.


Ao contrário das atuais produções do gênero que geralmente são focadas no público menor de idade, 9 - A Salvação mira em um público mais diverso, e porque não, mais adulto, dada a estranheza de estética gótica da produção e sua trama. Com ar extremamente soturno, talvez um pouco maior do que A Noiva Cadáver, 9 tem seu charme e chama a atenção pelo cuidado nos detalhes, aqui mínimos como tem que ser. Em muitos momentos é possível acreditar que os bonecos são de fato de estopa, tal a riqueza de detalhes. E o cenário Gor só colabora nessa impressão. Enquanto as produções da Pixar (sem dúvida maior referência em animações) são uma explosão de cores, 9 - A Salvação vai no caminho contrário enchendo a tela de trevas do começo ao fim.

Em um futuro pós-apocalíptico, bonecos de estopa são os únicos seres no planeta capazes de salvar a Terra da destruição iminente por máquinas construídas pelos humanos. Cabe a um dos bonecos, 9, liderá-los nessa difícil tarefa de sobrevivência.

Um dos atrativos da animação, além da cuidada produção, são os diálogos e seus dubladores, com destaque para o mestre Christopher Plummer (voz de 1) e é claro a ação, que permeia o filme do início ao fim. Destaque também para a citação ao O Mágico de Oz em determinada parte da animação.

Se a Pixar mostrou que é possível fazer animação com extrema qualidade, 9 - A Salvação mostra que a cartilha está sendo seguida página por página. Burton é 8 ou 80, uns amam, outros odeiam, mas seu trabalho nesta produção dirigida por Shane Acker, não há como discordar. 9 - A Salvação é uma animação de primeira.






5 comentários

dudu moraes disse...

Acho Tim Burton um mestre! Irei ver este desenho sem falta!

Contatando disse...

Gostei desta matéria e do Blog. Estão de parabéns.
Reinaldo Leal - RL@reinaldoleal.com

talita disse...

Oi André! Será que esse filme é melhor que o Estranho mundo de Jack? Eu curti também a noiva cadáver, acho o Tim Burton um craque em obras soturnas. Parabéns pela crítica!

Beth disse...

Não sei se esse filme vai ser excelente...Mas a volta dos "bonequinhos" com a cara de vcs e ainda mais,comendo pipoca,superou as expectativas !! rsrsrs
Blog sem a cara dos colaboradores não dá,né?
Adorei!

Su disse...

Só o fato de ser do Tim Burton já garante um filme ótimo! Ele é o cara!
Eu também to ansiosa pra ver o trabalho que ele fez com Alice in Wonderland