Top Ad 728x90

21 de nov de 2009

CRÍTICA: LUA NOVA

ECLIPSE NARRATIVO

Sucesso entre adolescentes, "Lua Nova" confirma a fraca narrativa da franquia

Independente dos méritos literários da obra de Stephanie Meyer, a experiência de se assistir aos filmes no cinema beira o insuportável.

Por mais revoltante que seja para os fãs da série “Crepúsculo” lerem essa afirmação, devo ser fiel aos sentimentos (ou falta de) vivenciados ao longo das mais de 2 horas de projeção dessa segunda parte intitulada: Lua Nova.

O primeiro filme de 2008 era fraco, porém havia uma cena ou outra que mantinha o interesse. Nesta segunda parte todos os defeitos de narrativa, atuação e proposta são duplicados. Como o único ator que consegue se sobressair um pouco ( Robert Pattinson, o vampiro Edward) torna-se quase um coadjuvante nesse projeto, a obra se vê alicerçada pelas atuações canhestras da heroína Isabella Swan (vivida por uma limitadíssima Kristen Stewart, que mantém a mesma cara de “ tenham dó de mim!” durante o filme todo) e do péssimo Taylor Lautner ( que “interpreta” Jacob Black), que consegue ser pior que o cigano Igor, com uma eterna cara de paisagem.

A história de pouco interesse para os que não viram o primeiro filme ou não leram os livros, fala sobre o período sombrio na vida da jovem Isabella, que vê seu grande amor ir embora, deixando-a desprotegida em meio a lobisomens que se transformam em segundos, deixando saudade das maravilhosas transformações em filmes como “Um Lobisomem Americano em Londres”.

O diretor de pouca expressão Chris Weitz demonstra falta de tato em várias seqüências, como na passagem de tempo mais clichê de todos os tempos, com direito a câmera girando em torno da triste Bella e, se não bastasse a mudança na paisagem vista pela janela, oportunos letreiros informando a passagem dos meses... quanta sutileza!

A obra se comparada a outros filmes sobre o mesmo tema, mostra-se inferior. Não cativa como romance, não emociona como drama, falha se visto como obra de terror, não contagia por suas poucas e fracamente encenadas cenas de ação...então fica a pergunta: A quem Lua Nova irá agradar? Um público, em sua grande maioria, composto de meninas pré-adolescentes, que daqui a 10 anos, não irão lembrar do porque gostaram tanto do filme.

Méritos a Stephanie Meyer, que indubitavelmente conseguiu levar o maravilhoso gosto pela leitura a vários jovens, assim como J.K. Rowling o fez com sua saga do bruxinho Harry Potter. Mas literatura e cinema são duas coisas completamente diferentes e é necessário um diretor de pulso firme e personalidade para captar a essência de um livro e transpô-lo para a tela grande, mantendo a qualidade do texto original, porém sem se tornar escravo da obra original. Tanto o filme Crepúsculo, quanto Lua Nova fracassam nesse quesito.

Que irá fazer muito sucesso agora, é óbvio....agora, que irá suportar a passagem do tempo e o amadurecimento de seus espectadores...é outra história.




10 Comentários:

dudu moraes disse...

ADOREI!!!!! Graças a Deus alguém falou a verdade sobre esse embuste chamado Crepúsculo!! O primeiro filme é agonizantemente chato e não merecia nem metade da atenção da mídia que recebeu.
Cada geração tem seus modismos...mas antigamente até os modismos tinham qualidades. Isso sem falar na briga entre os fãs sobre quem é melhor: Harry Potter ou Crepúsculo...ahahaha...Os filmes do Harry Potter pelo menos entretém, isso sem falar que o prisioneiro de Azkaban é realmente muito bom!
Bom, é isso....parabéns Octavio por ter sido sincero às suas convicções. O Vertigo mais uma vez me surpreende!

tales rocha disse...

Filmeco horroroso, só isso se pode dizer. O filme é tão insignificante que só tem um comentário nessa crítica, e olha que a crítica está MUUUUITO melhor que o filme que critica. Parabéns Octavio, por tirar leite de pedra!
Filme feito para meninas pré-adolescentes suspirarem a cada rapaz que aparece sem camisa...tenha paciência!

talita disse...

Gostei do primeiro filme, mas não me considero uma fã da saga. Acho que não merece tanta badalação, é uma história fraca e bobinha. Fui assistir ontem com um grupo de amigas e odiei! Pelo que pude reparar na sessão, as únicas que pareciam estar gostando eram as menininhas adolescentes, mas elas nem prestavam atenção...passavam o tempo todo atendendo celulares e fofocando entre elas...pra esse público, a saga Crepúsculo é uma obra prima! Pra os que entendem e gostam de cinema de verdade, a saga é uma encheção de saco...pronto, falei!
Parabéns por ter acertado na mosca novamente, Otávio!

Alan disse...

Já li os quatro livros, sou super fã, da série. Mais também não achei os filmes bom até agora, o 1º não tinha qualidade nenhuma, isso é indiscutivel. No segundo também, só de algumas sequencias q eu gostei, mais o Robert P. mais uma vez se mostrou um péssimo ator. Taylor Lautner, teve a sua chance, mais foi horrível conseguiu ser pior do que o Robert. Já a Kristen, acho ela linda [ e vesga ], mais também teve uma sofrida atuação, não conseguiu passar verdade nas suas cenas de depressão.
Com certeza o livro é melhor.
Mais agora é esperar que Eclipse seje melhor, mesmo a tendencia sendo piorar....

___________________

Eu tinha uma perceria com você no blog Naum Acredito, mais eu fechei ele, e abri outro, e claro seu link continua no meu novo blog. Poderia trocar o link ?
www.antenadopop.blogspot.com
Muito obrigado, e parabens pelo blog, e pela critica que ficou otima !

Anônimo disse...

Cara,vi o filme ! Que m....! É incrível como eles gastam grana prá fazer uma coisa tão monótona e com um final mais monótono ainda!!!
Nem acredito que paguei prá ver isso! Tá mais do certa essa crítica!...Ruim é pouco...Foi péssimo !!!!!!!!!!!!!!!

renato disse...

Lua nova no cinema é um lixo medonho até para quem leu o livro. Gostei da sua crítica, se atirou sem medo da provável chuva de tomates jogados pelas "aborrecentes" fanáticas.
O Vertigo ganhou o meu respeito!

Anônimo disse...

Concordo em genero,numero e grau! É aquela historia de fazer filmes baseados em livros.Normalmente não dá certo! E os livros não são aquela coisa toda não!Mas,fazer o que,a garotada gosta!Sai do cinema com um sono danado.

Anônimo disse...

Isso é filme pra deixar as "crianças" abobalhas.

Ricardo Amaral disse...

Tô rindo sozinho, Octavio...você destruiu o filme com uma elegância só! Falou todas as verdades mesmo...mania da mídia querer que a gente engule esses sucessos fabricados e sem conteúdo.

ELTON NEVES O ANJO DAS LETRAS. disse...

Quase sempre que a critica não gosta de um filme geralmente ele é bom. Não digo que Crepúsculo e Lua Nova tanto nos livros de Meyer como no cinema de Hollyhood são na aréa literária quanto na cinematográfica obras primas. Mas o mais importante é que me emocionaram e emocionam muita gente. Não é á toa que essa saga tem vendido milhões de livros no que se relaciona á industria literária, e tem sido campeã de bilheteria no que se relaciona á industria cinematográfica. O que importa é o que te move,e se adolescentes tem se identificado com os filmes,falando agora da obra apenas no campo do cinema, é porque eles tem encontrado algo deles nela. Será que milhões de pessoas no mundo estão erradas e meia dúzia entre eles os criticos de cinema estao certos?Um filme para tocar vc não precisa ser do nível de Casablanca ou O vento Levou, mas precisa trazer identificação para o público o qual ele está destinado. Acho que enquanto houver jovens,seja em que tempo e geração for,estes serão profundos admiradores da saga cinematográfica de Crepúsculo.Como na musica enquanto houver jovens,Elvis Presley um roqueiro dos anos 50 sempre terá admiradores,e olhe que quando Elvis apareceu foi tachado de vulgar,coisa de mal gosto,pervertido e para os mais religiosos o próprio mensageiro do diabo.Ah Elvis também fez cinema, a maioria ds filmes muito ruins, mas pasmem, são assistidos até hoje por uma legião de fãs sem tamanho á ser medida. Filmes que se forem comparados com a saga vampirica,fariam dela um verdadeiro clássico do cinema. Acho que a saga vai bem, quando um critico elogia muito,desconfio do conteúdo da película no quisito tocar as pessoas. E tenho certeza que isso a saga tem feito, se não ela já teria morrido e caído no esquecimento. Abraços.

Top Ad 728x90