Top Ad 728x90

8 de mar de 2010

INJUSTIÇA, SEU NOME É OSCAR

Antes de me pronunciar sobre os prêmios principais, falarei sobre a cerimônia em si. Curta demais e pouco emotiva, com apenas dois momentos a salientar: A linda homenagem ao diretor John Hugues, com a presença de vários atores que marcaram presença em seus filmes na década de 80, como Matthew Broderick, Anthony Michael Hall e Molly Ringwald, além de Macauley Culkin. O momento mais bonito da cerimônia, onde esse incrível diretor recebeu após a morte o respeito e consideração que deveria ter recebido da Academia em vida.
O segundo ponto alto da festa foi a homenagem feita ao gênero mais injustiçado de todos os tempos. O cinema de horror recebeu um clip contendo trechos de praticamente todos os melhores filmes, desde Nosferatu de Murnau até o atual embuste: “Crepúsculo”. Poderia ter sido melhor, mas somente a lembrança desse tipo de filme já valeu a pena.
A apresentação da dupla Steve Martin e Alec Baldwin foi correta, engraçada e muito simpática. Boas opções e que deveriam continuar no próximo ano.
Fiquei muito feliz pela trilha de Michael Giacchino para a animação “UP” ter recebido o prêmio, assim como as estatuetas de Christoph Waltz (Ator Coadjuvante) e Mo´Nique (Atriz Coadjuvante) são extremamente merecidas.
Agora irei começar a falar sobre os ultrajes, as injustiças...foram muitas!
Começando pelo absurdo de se dar os prêmios da categoria técnica de som para “Guerra ao Terror”. Se haviam prêmios que o “Avatar” merecia indubitavelmente, eram esses! Nesse momento já percebi o caminho perigoso que os votantes desse ano haviam tomado...
A montagem de “Bastardos Inglórios” é, de seus talentos, talvez o mais perceptível. O épico de Tarantino perdeu para o “Guerra ao Terror” de Bigelow...meu medo aumentava....
Jeff Bridges venceu como melhor ator, Sandra Bullock como melhor atriz...no dia anterior, Bullock vencia como pior atriz nos prêmios do Framboesa e isso já é argumento suficiente....
Sinceramente não gosto da atuação de Jeff Bridges, porque ele sempre interpreta o mesmo personagem em todos os filmes! Colin Firth merecia o prêmio. Já Sandra Bullock é uma atriz limitada e seu desempenho em “The Blind Side” é bom, apenas isso....Gabourey Sidibe, Meryl Streep e Helen Mirren mereciam muito mais.
Bigelow é a primeira mulher a vencer como diretora! Era esse o marketing que a Academia procurava e ela serviu como uma ótima “laranja”... para todos que assistiram todos os filmes em disputa fica a marga sensação de que fomos enganados. Há como dizer que o trabalho dela em “Guerra ao Terror” foi superior ao de Tarantino? James Cameron salvou a indústria do cinema com seu “Avatar” e ainda abriu as portas de um futuro glorioso para a arte...Lee Daniels fez um trabalho estupendo em “Preciosa”...como é que o prêmio acaba nas mãos trêmulas de Bigelow?
Ao subir no palco, ela elogiou os bravos jovens que estão no Iraque, desejando que eles honrem a pátria e voltem sãos e salvos.....que tal se ela dissesse que guerras são estúpidas e que desejaria que esses rapazes nem houvessem se alistado? Mas aí é que entra o ultraje, pois seu filme não denuncia a guerra como vários clássicos infinitamente superiores, como “Apocalypse Now”, “Platoon” ou “Nascido para Matar”, seu discurso é panfletário de “butique”. Metaforicamente, funciona como um fotógrafo que apenas tira fotos dos horrores da guerra, tentando conseguir os melhores ângulos.
E ao final, sem nenhuma surpresa e uma reação fria da platéia e de Tom Hanks que anunciou o prêmio de melhor filme....“Guerra ao Terror” supera seus concorrentes e leva a estatueta para casa.
Um dos produtores do filme foi punido recentemente pela academia porque estava fazendo “boca de urna” para seu projeto, da maneira mais imoral e sem caráter possível: Falando mal dos concorrentes! Pedia que votassem em seu projeto, pois era pobrinho, não era multimilionário como “Avatar”...só falta abrirem um serviço de cotas para os próximos anos...VERGONHA!!
Tal qual Nostradamus, irei profetizar.....daqui a 30 anos, o mundo continuará falando de “Bastardos Inglórios” e “Avatar”. “Guerra ao Terror”? Terá o mesmo destino que tantos outros vencedores na categoria, que hoje residam no esquecimento.

7 Comentários:

Darcio disse...

concordo plenamente!! esse academy awards ta parecendo o plenario federal em brasilia!!!

Mirian disse...

Li os seus textos de hoje Octavio, e tudo o que você desenvolveu sobre o Oscar 2010 reflete 100% minha opinião. Que percepção a sua, além de claro, dados coletados ao longo dos meses para poder fazer uma análise tão contundente, que mostra sua empolgação poucas vezes e indignação em boa parte do texto. Você transmite aí tudo o que nós, amantes do cinema, queremos dizer no dia de hoje.
Essa marmelada vai institucionalizar a falta de paixão que a Academia confirma a cada ano que passa.
Colin Firth muito mais que Jeff. Avatar sem dúvida, pela opinião dos expectadores e por tudo o que é como filme, merecia muito, muito mais. Sandra Bullock que parece um picolé de chuchu, sem sabor (apesar de ter estado linda na cerimônia), sem falas arrebatadoras, interpretando ela mesma mais uma vez! E a diretora de Guerra ao Terror com seu time que, ao subir no palco, mais pareciam querer gritar: “como foi mesmo que ganhamos tudo isso se não estamos à altura desses prêmios todos?” Isso estava na linguagem não-verbal de cada um deles ao final da cerimônia.
Gostei das premiações do melhor filme estrangeiro, de animação e também da melhor trilha sonora, mas no geral, foi frustrante e apoio seus comentários 100%. Obrigada por representar sempre tão bem as nossas alegrias e frustrações através de seus textos.

Mariana H. disse...

Não adianta a gente correr...vc nos pega pelo pé !! Muito inteligente e verdadeiro este relato dessa "festa Oscarina" ( Oscar c/ latrina !)
Não ia nem deixar comentário mas, como sempre ,vc fala o que nós queremos dizer !!Vc é nossa voz !
Ficamos aqui em casa até tarde (ainda bem que acabou mais cedo!) vendo esta barbaridade .Desligamos a TV e ficamos, um olhando na cara do outro, sem entender nada !!Mas vc disse tudo !
Assino em baixo !!!

Albano disse...

Muito boa sua análise Octavio!! O Oscar está perdendo totalmente sua importância, uma pena.
Sua raiva foi muito bem transmitida e nós cinéfilos agradecemos!

Victor disse...

Concordo com você, ótima análise.

Edileusa disse...

Gostei demais dessa análise! Parabéns!!

Camila Veríssimo disse...

Eu estou um pouco atrasada..mesmo pq já faz um tempo q aconteceu a premiação..Mas concordo com vc sobre os premiados 2010.Eu acho q esse filme Guerra ao Terror deve ser muito chatoooo não tenho vontade nenhuma de assistir.Parabéns!!!!! Excelente trabalho como sempre.

Top Ad 728x90