Top Ad 728x90

18 de ago de 2011

,

FERNANDA MONTENEGRO REINAUGURA TEATRO DULCINA

Foto divulgação/Guga Melgar
Por André Moreira

Fazendo parte da reinauguração do Teatro Dulcina, que no passado já abrigou os mais variados espetáculos teatrais, a grande dama do teatro Fernanda Montenegro encena seu monólogo Viver Sem Tempos Mortos, onde a atriz interpreta textos criados a partir das correspondências trocadas entre Simone de Beauvoir e Jean Paul-Sartre.
Na peça, Fernanda encontra com os pensamentos de Simone de Beauvoir, célebre escritora e ensaísta francesa que revolucionou e deu nova visão ao olhar feminino. Fernanda destaca o forte texto se Simone e o paralelo com sua própria história de vida. "Fui jovem numa época emblemática. Sou de uma geração que se pronunciava e ia às ruas para pensar e sentir. Devemos refletir sobre o nosso cotidiano, sobre as nossas conquistas e, infelizmente, também pela brutalidade do nosso tempo. Neste sentido, Viver Sem Tempos Mortos oferece também uma oportunidade para que o público jovem conheça um pouco mais sobre a paixão, a energia, a audácia e as contradições humanas de Simone de Beauvoir, uma das pensadoras mais influentes do século XX. Encontrei em Felipe Hirsch o companheiro ideal para essa viagem, numa montagem corajosamente minimalista e sensibilizada. E num espaço cênico ideal, intuído pelo talento de Daniela Thomas". Afirma a grande atriz.
Um dos pontos de destaque da peça encenada por Fernanda está na oportunidade de mostrar para o público o esforço para a realização de uma montagem teatral, desde sua criação até a abertura das cortinas.

Serviço:
Viver sem tempos mortos


Com Fernanda Montenegro

Texto compilado a partir das correspondências de Simone de Beauvoir

19, 20 e 21 de agosto – sexta-feira a domingo,ás 19h

Teatro Dulcina – Rua Alcindo Guanabara, 17, Cinelândia, Centro
Rio de Janeiro (RJ)
Ingressos: R$ 10. Meia-entrada: R$ 5

0 Comentários:

Top Ad 728x90