Top Ad 728x90

6 de jul de 2012

, , ,

CRÍTICA: NA MORAL

Foto TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Por André Moreira


Vamos falar a verdade! O que foi a estreia de Na Moral, no programa de Pedro Bial? Hoje um dos mais conhecidos e respeitados – apesar do programa Big Brother Brasil não ser lá essas coisas – jornalistas e apresentadores da TV brasileira, Pedro Bial não precisava ter mais uma atração na emissora líder de audiência. Pelo produto apresentado e também alardeado como sendo a menina dos olhos do apresentador (que graças ao anos de serviço no reality show aprendeu a ter jogo de cintura em frente as câmeras), seu Na Moral ficou devendo em diversos aspectos. Não sendo na verdade uma novidade na telinha, afinal como já dizia Chacrinha, O Velho Guerreiro, na tevê nada se cria, tudo se copía, o programa de debates se mostrou pouco atrativo e raso em toda sua feitura, não conseguindo aprofundar os temas, repetindo tantos outros e transformando um debate em algo monótono e sem necessidade. 

Pedro Bial em ação em seu novo programa "Na Moral": Ficou devendo
 
Com um tema interessante para os dias de hoje, o politicamente correto, Bial conseguiu desperdiçar uma chance de abordar o assunto de uma forma ampla. Seus convidados pouco ou nada ajudaram, incluindo Alexandre Pires, que além de falar sobre o já batido caso de seu clipe King Kong (um dos piores clipes de todos os tempos, desculpa Alexandre), pouco sobre discorrer sobre o assunto. A ex-Casseta Maria Paula serviu como “artigo de luxo” sem esboçar qualquer opinião verdadeiramente contundente. Outro claro desperdício foi as “incursões” do apresentador em meio ao povo na rua. Um show de perguntas sem respostas e uma edição frenética deixaram o quadro com cara de “receita corrida”. O que poderia render ótimas situações para o programa, se tornou algo banal e sem conteúdo algum.
O tema assédio moral foi outra bola fora do programa. Com uma dramatização risível e forçada de um acontecimento, sobrou assunto e faltou estória em um programa que mais parecia um arremedo do extinto Programa Livre de Serginho Groissman. Se o programa de Fátima Bernardes faz dormir, o de Pedro Bial com certeza nos provoca insônia.

0 Comentários:

Top Ad 728x90